Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Suharto mexeu braço e tentou falar

O mais recente relatório médico do estado de saúde do ex-ditador indonésio Suharto regista melhorias pelo que em breve poderá sair do hospital.

O ex-presidente indonésio Suharto consegui hoje mexer um braço e tentou mesmo falar, tendo os médicos afirmado que continua a melhorar e que em breve poderá abandonar hospital e prosseguir a sua recuperação em casa.

Os clínicos decidiram mudar o tubo de ventilação assistida da boca para garganta do doente, de 86 anos, para evitar danos nas suas cordas vocais, informaram os meios de comunicação locais.

A equipa médica tenta há vários dias suprimir a respiração assistida para evitar o risco de transmissão aos demais órgãos da septicemia de que sofre, uma patologia que provoca uma resposta muito forte do sistema imunológico a uma bactéria ou toxina.

Marjo Subiandono, chefe da equipa de quatro dezenas de médicos que se ocupa de Suharto e que na semana passada lhe diagnosticou 50 por cento de possibilidades de recuperação, admitiu hoje que ele continua em situação crítica, mas que os níveis de hemoglobina no seu sangue são já estáveis e que de momento não necessita de mais transfusões.

O ditador que governou com mão de ferro a Indonésia de 1967 a 1998, quando foi forçado a demitir-se devido a uma crise económica e grandes manifestações públicas, deu entrada no passado dia 04 de Janeiro no Hospital Pertamina de Jacarta devido a hipotensão e outros problemas

Suharto está no topo das listas de líderes mais corruptos das últimas décadas do Banco Mundial (BM) e da organização Transparency Internacional, embora nunca tenha sido julgado na Indonésia devido à sua avançada idade e delicado estado de saúde.