Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Stones trocam EMI pela Universal

O novo disco dos Rolling Stones sairá pela Universal. A banda parece prestes a abandonar a EMI, seguindo o exemplo de Paul McCartney e dos Radiohead.

O próximo disco dos Rolling Stones - "Shine a Light" a banda sonora de um documentário de Martin Scorsese centrado em dois concertos da banda - sairá para o mercado em Março pela Universal. O contracto com a Universal refere-se apenas a este álbum, mas constitui um fortíssimo indicador de que, seguindo o exemplo de Paul McCartney e dos Radiohead, também os Stones se prepararam para abandonar a EMI, isto apesar da editora procurar relativizar o caso, afirmando que seria natural que fosse a Universal editar este disco, uma vez que estão ligados à produção do filme.

A banda de Mick Jagger mostra-se insatisfeita com aquela que foi a sua editora nos últimos 16 anos e que passa por uma profunda reestruturação. O seu contrato de cinco anos com a EMI expira em Maio.

"A banda está entusiasmada em vir a trabalhar com a Universal Music e excitada com esta nova aposta", declararam os Rolling Stones, a propósito da edição deste disco.

Comprada no ano passado pelo grupo Terra Firma Capital Partners, a EMI anunciou na terça-feira que vai dispensar 2 mil funcionários. A saída dos Stones será uma pesada perca para a EMI, numa altura em que procura reagir às acentuadas quebras de vendas de CD's que afectam a generalidade do mercado discográfico.