Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Selecção treina no jardim do hotel

O treino até estava marcado para um campo relvado, com as medidas oficiais e tudo. Só que o grupo de trabalho ficou-se mesmo pelos jardins do hotel. A boa disposição está de volta.

NO PRIMEIRO treino após a derrota com a França, que afastou a equipa da final do Mundial, a selecção nacional optou por fazer a sessão nos jardins que rodeiam o hotel onde ficou alojada em Munique. O tradicional relvado foi, desta feita, preterido.

Conforme tem sido hábito, tratou-se de um treino de recuperação, no qual os titulares da partida da véspera foram poupados, fazendo corrida ligeira e exercícios de descompressão muscular. Miguel, que saiu lesionado, esteve ausente, confirmando-se que a sua indisponibilidade pode atingir quatro semanas. Quanto aos restantes jogadores, trabalharam sob as ordens de Darlan Schneider, o preparador físico da equipa.

O grupo deu mostras de estar aparentemente recuperado da desilusão da véspera, já que a boa disposição reinou, de um modo geral. No final do treino, rompendo com uma regra que sempre foi seguida durante este Mundial, pela primeira vez não houve qualquer declaração de jogadores aos jornalistas.

A equipa portuguesa segue na manhã de sexta-feira para Estugarda e realiza o seu último treino em território alemão no estádio onde joga no dia seguinte com a Alemanha. Meia hora antes, Scolari dará a sua habitual conferência de imprensa.

Quanto ao regresso a Portugal, sabe-se já que será feito na manhã de domingo, estando a chegada do «charter» à Portela marcada para 14 horas locais.