Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Segurança reforçada nos aviões

Como reagirão os passageiros às novas medidas de segurança aérea que entram hoje em vigor?

Entram hoje em vigor novas medidas de segurança relativas ao transporte de líquidos a bordo de aviões de companhias sedeadas nos Estados-membros da União Europeia, bem como da Noruega, Islândia e Suíça.

Os passageiros europeus terão de prestar mais atenção quando fizerem as malas. As restrições assim o exigem. À passagem pelos pontos de rastreio dos aeroportos, os passageiros serão obrigados a colocar todos os líquidos que transportam na sua bagagem de mão dentro de sacos de plástico transparente distribuídos gratuitamente, numa primeira fase, no «check-in». Cada passageiro poderá transportar até um litro de líquidos na sua bagagem de cabina.

Quase nada escapa às rigorosas medidas de segurança, desde água e outras bebidas, a pastas dentífricas, geles, loções e aerossóis. Assim, quem não quiser arriscar ver os seus pertences apreendidos pelas autoridades, deverá colocar todos os líquidos dentro da bagagem expedida para o porão. Excepção feita às embalagens com fins médicos, quando acompanhadas da respectiva prescrição, e aos alimentos para bebés.

As compras efectuadas em lojas dentro do aeroporto ou a bordo de uma aeronave de uma companhia aérea com sede na UE só poderão passar nos pontos de controlo mediante a apresentação da respectiva prova de compra e devidamente embaladas em sacos invioláveis que, uma vez abertos antes do rastreio de segurança, serão confiscados.

Numa primeira fase, os maiores problemas vão acontecer com passageiros provenientes de países que não estão abrangidos por estas regras, casos do Brasil ou dos PALOP, segundo informou o Instituto Nacional de Aviação Civil.

Esta manhã, o EXPRESSO acompanha o reforço das restrições a quem viaja de avião, no Aeroporto de Lisboa e irá revelar como os passageiros reagiram às recém-instituídas medidas extraordinárias de segurança.