Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

SEF desmantela rede de prostituição em Viseu

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras deteve três mulheres por permanência ilegal no país e constituiu outras duas arguidas por crimes de auxílio à imigração ilegal e lenocínio para a prática de prostituição, em Viseu.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras deteve três mulheres por permanência ilegal no país e constituiu outras duas arguidas por crimes de auxílio à imigração ilegal e lenocínio para a prática de prostituição, em Viseu, divulgou hoje aquele organismo.



A operação para desmantelar esta "organização criminosa de cariz transnacional" foi desencadeada na última quinta feira passada e o grupo "dedicava-se de forma reiterada, à exploração sexual de mulheres em apartamentos na cidade", divulgou o serviço numa nota de imprensa.



De acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), "foram executados três mandados judiciais para realização de buscas a domicílios de suspeitos" bem como diligências para recolha de prova de "angariação de mulheres em situação ilegal, em Portugal e no estrangeiro".



Foram constituídas como arguidas uma cidadã nacional e uma cidadã estrangeira, além da recolha de prova documental, destacando-se também vários "comprovativos de transferências, depósitos bancários, numerário e demais documentação relacionada com os ilícitos sob investigação".



*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.