Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Ronaldo continua a brilhar na Premier League

Manchester venceu e alcançou Chelsea no topo da liga. Lyon continua na frente em França. Inter, de Figo, continua a desiludir.

Mais um fim-de-semana de futebol por toda a Europa e os portugueses continuam a brilhar. Em Inglaterra, Cristiano Ronaldo conduziu o Manchester a mais uma vitória, desta vez sobre o Newcastle (2-0). O português foi o melhor em campo, enviou três bolas aos postes, mas foi o veterano Solsjkaer quem fez os dois golos da vitória do United. Os «red devils» alcançaram o Chelsea no topo da classificação, com 16 pontos. A equipa de José Mourinho, com Ricardo Carvalho a titular e Paulo Ferreira de fora, empatou a um, em casa, com o Aston Villa. Os «blues» estiveram a vencer, com um golo de Drogba, mas Agbonlahor restabeleceu o empate já perto do intervalo.

Quem parece estar em perda é o Portsmouth, de Pedro Mendes e Manuel Fernandes, que perdeu pela segunda vez consecutiva, desta feita diante do Tottenham (2-1). O médio ex-FC Porto foi titular, mas não conseguiu evitar a derrota. Manuel Fernandes não fez parte das opções do técnico Harry Redknapp.

Valência e Barcelona isolados

Em Espanha, a quinta jornada desfez o trio da frente. Em Madrid, no jogo grande da jornada, o Real cedeu um empate a uma bola, em casa, diante do Atlético e perdeu terreno para os líderes. Nos «colchoneros», Maniche foi titular e protagonizou grande exibição, enquanto Costinha e José Castro não saíram do banco de suplentes. Os visitantes adiantaram-se cedo no marcador, por Mista, mas Raul restabeleceu o empate aos 37 minutos.

Quem não desarma na frente são o Valência e o Barcelona. Os catalães regressaram às vitórias na difícil deslocação ao terreno do Athletic Bilbao (3-1). Deco foi titular no meio-campo «blaugrana», mas não esteve ao seu nível habitual, sendo substituído por Iniesta aos 63 minutos, quando a equipa «culé» vencia por 2-1. Os golos da vitória foram apontados por Puyol, Gudjonhsen e Saviola.

Em Valência, a equipa local esmagou o Gimnastic (4-0). Miguel foi suplente, enquanto Hugo Viana não foi convocado. David Villa voltou a estar em destaque, marcando dois golos e assistindo Morientes para outro dos tentos. Angulo fechou a contagem, na recarga a um remate do brasileiro Edu.

Inter continua em queda

O Inter de Milão continua a atravessar um mau momento de forma. A equipa de Luís Figo, que foi suplente utilizado, empatou (1-1) no terreno do Cagliari e perdeu a liderana da Serie A para o duo formado por Roma e Palermo.

Em França, o Lyon continua imparável, tendo vencido no terreno do Sochaux por 1-0, graças a um golo de Wiltord. Tiago foi um dos jogadores poupados por Gerard Houllier, entrando apenas aos 70 minutos. O PSG, de Pauleta, continua a desiludir, tendo sido derrotado por 1-0 pelo St. Etiènne.

Manuel José em grande

Quem merece destaque é o Al-Ahly. A equipa de Manuel José venceu, na noite de ontem, o ASEC Abidjan, da Costa do Marfim, por 2-0, na primeira-mão das meias-finais da Taça dos Campeões Africanos. Com esta vitória, o Al-Ahly está bem encaminhado para repetir a presença na final da competição, que no ano passado venceu, batendo os tunisinos do Etoile Sahel na final, por 2-0.

OUTROS PORTUGUESES EM ACÇÃO

. Ricardo Vaz Té (Bolton-Liverpool, 2-0) - Suplente, entrou aos 84 minutos e ainda teve tempo para mostrar serviço.

. Nuno Valente (Everton-Manchester City, 1-1) - Titular, actuou em bom nível, mas fez a falta que daria o empate ao City, aos 90 minutos. Viu, ainda, um cartão amarelo.

. Bruno Aguiar (Hearts-Dundee united, 4-0) - Titular, protagonizou boa exibição no meio campo do Hearts.

. Nunes (Maiorca-Villareal, 1-2) - Foi titular, mas não conseguiu evitar mais uma derrota na equipa insular.

. Jogaram ainda: Makukula, Beto, Fábio Felício, Sérgio Conceição, Areias, Nuno Coelho, Cícero, Carlos, Ricardo Esteves, Zé Tó, Andrade, Paulo Sérgio, Daniel Fernandes, Paulo Costa, Filipe da Costa, Sérgio Pinto, João Manuel Pinto, Pedro Moutinho, Pele, José António, Hélio Pinto, Ricardo Fernandes, João Paiva, Cadú, Manuel José, Semedo, Nuno Gomes, Kennedy, Luís Vouzela e Ivo Afonso.