Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

"Romance" entre Sócrates e Jardim criticado por Jerónimo de Sousa

"Farinha do mesmo saco da política de direita, PS e PSD aqui se misturam também na Região", afirma o líder do PCP.

O secretário geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse hoje que o romance José Sócrates e Alberto João Jardim faria "chorar as pedras da calçada" se não fossem "farinha do mesmo saco".

Jerónimo de Sousa fez este comentário na sessão de encerramento do VIII Congresso Regional do PCP numa alusão ao atual entendimento José Sócrates, primeiro ministro (PS), e Alberto João Jardim, presidente do Governo Regional da Madeira (PSD-M).

"Farinha do mesmo saco da política de direita, PS e PSD aqui se misturam também na Região neste inusitado romance em que Sócrates e Jardim se enredaram", declarou o líder nacional dos comunistas portugueses.

"Não soubéssemos nós o que isso significa e dir-se-ia que tanto amor é de fazer chorar as pedras da calçada, mas a verdade é que isto só surpreenderá os mais distraídos", referiu ainda, acrescentando: "o vozear que por detrás das querelas recorrentes em redor do défice democrático se ouve entre PS e PSD só serve para esconder a larga identidade de opções e orientações que unem estes dois partidos tanto no plano nacional como no regional".

Jerónimo saúda resposta dos portugueses

"Uma identidade que agora se exprime em toda a sua extensão neste cerrar de passos unindo PS e PSD para atacar salários, roubar direitos e aumentar a exploração", concluiu.

Jerónimo de Sousa saudou "a magnifica resposta dos trabalhadores portugueses e das massas populares à ofensiva concertada pelos governos do PS e PSD" na manifestação de sábado, criticou o PEC (Programa de Estabilidade e Crescimento) e o "regresso da ditadura do défice" que trará "novas e mais graves medidas de austeridade".

O dirigente comunista lembrou ainda que as eleições regionais de outubro de 2011 poderão ser uma forma de "confluir na CDU o protesto, a luta e a justa indignação dos que se sentem atingidos pelas políticas do PSD e PS".

O VIII Congresso Regional do PCP elegeu, por unanimidade e aclamação, Edgar Silva para coordenador regional dos comunistas madeirenses.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.