Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Pulitzer vai incluir publicações exclusivamente online

Os conteúdos online tinham sido incluídos em 1999 mas só este ano os trabalhos publicados exclusivamente em sites noticiosos, sem qualquer edição impressa, poderão concorrer em todas as 14 categorias do prémio.

Paula Cosme Pinto*

O prémio Pulitzer vai passar a contemplar trabalhos realizados em publicações exclusivamente online. Os resultados da edição 2009 do mais prestigiante galardão do jornalismo norte-americano vão ser conhecidos em Abril e incluem já as reportagens publicadas na Internet.

Num comunicado, a Pulitzer Prize Board explicou que "ficou decidido que serão permitidos conteúdos online em todas as 14 categorias do prémio". Para Sig Glisser, responsável pela entrega do galardão, esta alteração tem uma explicação: "trata-se de uma extensão lógica da missão histórica do prémio", provando que a distinção "tem os olhos postos na evolução dos media".

Ao longo da história do Prémio Pulitzer foram havendo diversas alterações devido à evolução histórica do jornalismo. Por exemplo, em 1943 foi incluída a fotografia e em 1999 os conteúdos online. Este ano a grande diferença consiste em serem incluídos os trabalhos apresentados em jornais exclusivamente disponíveis na web, sem qualquer edição impressa.

Nesta edição vão ser aceites trabalhos publicados em formato online ou em edição impressa de jornais norte-americanos, assim como em organizações noticiosas que publiquem pelo menos semanalmente. O prazo de candidatura estende-se até ao dia 1 de Fevereiro.