Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

PTM quer Optimus

Mais um contra-ataque da PT. Na resposta à Concorrência, Granadeiro diz querer comprar o terceiro operador móvel.

Se a OPA da Sonae não se concretizar, a PT Multimedia está interessada em comprar a Optimus e manter três operadores móveis no mercado português. É esta a resposta da PT ao questionário que a Autoridade da Concorrência (AdC) enviou a 30 entidades. A operadora afirma que num cenário de fusão Optimus/TMN é "completamente irrealista equacionar a entrada de um novo operador". A Portugal Telecom e a PTM consideram que as condições de concorrência só podem ser restabelecidas no curto e médio prazo através do desinvestimento na Optimus ou na TMN.

Neste quadro, a PT está convicta de que "qualquer dos operadores fixos objecto de desinvestimento, designadamente a PTM, estará interessado na compra da TMN ou da Optimus".

Em declarações ao Expresso, Henrique Granadeiro, presidente da PT, refutou as acusações de que a operadora está a tentar atrasar o processo de forma administrativa. "Não impugnámos nenhuma decisão da Autoridade da Concorrência (AdC). O que pedimos ao juiz foi que analisasse o nosso pedido de acesso ao parecer da Anacom sobre a operação, que nos foi negado pela AdC. Mas essa diligência não interrompe nenhum prazo em curso da OPA".

Em qualquer caso, Henrique Granadeiro ironiza, dizendo que é alentejano e estes não são dados a pressas. "Prefiro uma decisão tarde e bem do que cedo e mal. E não nos parece provável que a operação possa concluir-se este ano. Mas é muito desgastante liderar uma empresa com a vida entre parêntesis durante um ano".