Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

PSP vai ficar com mais bairros de risco

Com o novo mapa de competências territoriais, cuja portaria foi aprovada, a GNR fica com a exclusividade das zonas de caça e dos IP e IC.

A PSP vai herdar da GNR sete bairros problemáticos, no âmbito da reorganização territorial destas forças de segurança, cuja portaria foi esta semana aprovada em Conselho de Ministros.

Com a transferência de competências, a PSP ganha zonas já classificadas de ‘alto risco’ pela GNR, como são os casos do Vale da Amoreira ou da Baixa da Banheira, na Moita, Navegantes, em Porto Salvo (Oeiras), Amora, Arrentela e Corroios, no Seixal, ou Rio de Mouro, em Sintra.

Por seu turno, a GNR fica com uma zona complicada da PSP, a Costa de Caparica, onde conflitos entre comunidades têm estado no centro de alguns desacatos.

Fonte da PSP disse ao Expresso que esta transferência de competências para áreas de criminalidade mais violenta “deve levar a equacionar quer os meios humanos quer os materiais a disponibilizar”.

A reestruturação das forças de segurança dá à GNR a exclusividade de fiscalização dos Itinerários Principais (IP) e Complementares (IC), bem como das zonas de caça.