Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Previstos aguaceiros para meio da semana

Abrandamento temporário do calor mas não dos fogos florestais. O país continua a arder e as previsões meteorológicas apontam que as temperaturas voltarão a subir a partir da tarde de sábado.

Depois de vários dias com tempo muito quente no Continente, as temperaturas têm vindo a descer desde sábado, prevendo-se que até quarta-feira continuem a baixar.

A previsão aponta para dias e noites mais frescas em todo o país, sobretudo amanhã e quarta-feira: as máximas pouco ultrapassarão os 20ºC. A partir de sábado, porém, o calor regressará em força.

A descida da temperatura será mais evidente na Guarda onde, na quarta-feira, a  máxima não ultrapassará os 18ºC e a mínima atingirá os 10ºC.  No mesmo dia, em Braga e no Porto, as máximas não deverão ultrapassar os 20ºC. Coimbra vai ter apenas 22ºC de máxima, Santarém e Lisboa 23ºC.

As temperaturas continuarão mais amenas até sábado que vem quando, a partir da tarde, o céu deve ficar novamente pouco nublado ou limpo e o calor voltará a ser intenso.

Depressão desloca-se do Atlântico

Quem pensa em nadar ou ir a banhos nesta quarta e quinta-feira, deve procurar um programa alternativo. Além de céu geralmente muito nublado, neblina e nevoeiro matinal, estão previstos aguaceiros, que vão aumentar de intensidade ao longo do dia e podem ser localmente fortes. 

Na quarta e quinta-feira, em todos o país, as condições são favoráveis à ocorrência de trovoadas. O vento, que hoje e amanhã sopra fraco a moderado de noroeste no litoral oeste e terras altas, passa a ser forte a partir do meio da semana nas terras altas do Norte e Centro. Há possibilidade de rajadas da ordem dos 90km/h. 

O Instituto de Meteorologia avança que «a precipitação e vento previsto a partir de quarta-feira se deve a uma depressão que se deslocará do Atlântico lentamente para nordeste».