Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Presidenciais: Sócrates propôs apoio a Alegre

Na Comissão Nacional do PS, Sócrates declarou que o seu partido e o candidato partilham um valor comum: "o do progressismo". (Veja vídeo SIC no final do texto)

O secretário geral do PS, José Sócrates, propôs hoje, formalmente, o apoio dos socialistas à candidatura presidencial de Manuel Alegre, disse à agência Lusa fonte da Comissão Nacional deste partido.

Segundo a mesma fonte, na reunião da Comissão Nacional do PS, num hotel da capital, Lisboa, José Sócrates foi o primeiro a falar no ponto dedicado à decisão dos socialistas sobre a candidato a apoiar nas eleições presidenciais. 

"O PS é um partido de responsabilidade" e "não se abstém" perante as principais decisões, afirmou José Sócrates, citado por um dos presentes na reunião. 

Com estas palavras, José Sócrates afastou a tese da corrente que defendia que o PS não deveria apoiar nenhum candidato nas eleições presidenciais, dando liberdade de voto aos seus militantes. 

Em relação à candidatura de Manuel Alegre, Sócrates declarou que o seu partido e o candidato partilham um valor comum: "o do progressismo".

À entrada para a reunião, alguns dirigentes socialistas manifestaram posições diversas em relação a Alegre, como foi o caso do eurodeputado Capoulas Santos, que propôs liberdade de voto para os opositores à candidatura de Alegre. 

O presidente da Federação Distrital do PS de Setúbal, Vítor Ramalho, por seu lado, salientou que Manuel Alegre concorreu contra o candidato dos socialistas nas últimas presidenciais, Mário Soares, e, quando interrogado sobre quem o partido devia apoiar, respondeu: "Ninguém". 

Já o presidente do partido, Almeida Santos, disse, também antes da reunião, que não resta alternativa ao PS que não seja apoiar Alegre.  

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.