Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Poucos progressos na reunião entre Rice, Abbas e Olmert

Depois de mais de uma hora reunidos num hotel em Jerusalém, as soluções para retomar o processo de paz foram escassas.

Embora no final da reunião de hoje Olmert e Abbas se tenham comprometido a encontrar uma solução pacífica para o conflito Israel/Palestina, a secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, já admitiu poder voltar a ambos os estados para novos encontros.

Os três responsáveis reafirmaram a necessidade do abandono imediato da violência por parte do Governo palestiniano e o reconhecimento de Israel como país, bem como respeitar os acordos existentes entre palestinianos e israelitas. "Afirmámos o nosso compromisso em arranjar uma solução a dois estados e chegámos a um acordo sobre o facto de um Estado palestiniano não poder ser criado enquanto houver terror e violência", afirmou Rice no final da reunião.

Rice, que no final da reunião falou em nome dos três intervenientes, referiu que os dois líderes políticos concordaram em voltar a encontrar-se e que “reiteraram o desejo da participação americana” no desenrolar do processo de paz, o que fará com que a secretária de Estado volte à região em breve.

Numa reunião do partido Kadima, pouco tempo depois de terminada a cimeira, Ehud Olmert reforçou as declarações de Rice ao afirmar aos seus pares, que Israel “tem de manter aberto um canal de conversação com os palestinianos e o único viável é através do Presidente Abbas”.