Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Português em estado de choque

Confirmada a morte de 34 pessoas, a Embaixada de Portugal em Madrid revelou a existência de um português entre os feridos.

O CONSULADO de Portugal em Barcelona acaba de detectar um cidadão português entre as dezenas de feridos no descarrilamento do metro, esta tarde, em Valência. Chama-se José Carlos Teixeira, reside na cidade e encontra-se em estado de choque, não apresentando quaisquer danos físicos, soube o EXPRESSO junto de fonte embaixada de Portugal, em Madrid.

José Carlos Teixeira está, neste momento, a ser assistido no Hospital Geral de Valência.

O acidente no metro de Valência, Espanha, provocou 34 mortos e dezenas de feridos. As causas do acidente são para já desconhecidas, mas o excesso de velocidade poderá estar na sua origem.

As autoridades locais descartam, para já, a possibilidade de um atentado e qualquer relacionamento com a chegada do Papa Bento XVI, prevista para sábado, dia 8.

O descarrilamento ocorreu por volta da hora de almoço, no trajecto da linha 1, entre as estações de Praça de Espanha e Jesus, em pleno centro da cidade. Dois vagões do comboio viraram-se lançando o pânico entre os presentes. A linha 1 é a espinha dorsal do sistema de transportes públicos de Valência.

De acordo com a embaixada Portuguesa em Madrid, até agora não há qualquer indício de vítimas mortais de nacionalidade portuguesa, mas só amanhã, concluídas as autópsias, poderão confirmar esta informação.

A embaixada sustenta ainda que a possibilidade de atentado está posta de lado e que o acidente nada tem a ver com a visita do Papa Bento XVI a Valência. O Sumo Pontífice chega no sábado à cidade.