Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Portugal vence Azerbaijão (3-0)

Primeira vitória da equipa das quinas no apuramento para o Euro 2008. Cristiano Ronaldo bisou e já é o nono melhor marcador de sempre da selecção.

Portugal venceu este sábado o Azerbaijão por 3-0, em jogo a contar para o Grupo A de apuramento para o Euro 2008, que se vai realizar na Áustria e na Suíça. A Selecção Nacional dominou o jogo como quis e beneficiou do talento de Deco e de Cristiano Ronaldo para construir um resultado que poderia ter sido ainda mais dilatado.

Deco e Ronaldo a brilhar

Perante um adversário de terceira categoria, a selecção mais não fez do que cumprir a sua obrigação. Portugal fez três golos, mas podiam ter sido mais. Bastava que o árbitro auxiliar tivesse visto que o pontapé de bicicleta de Cristiano Ronaldo tinha feito a bola ultrapassar na totalidade a linha de golo, depois de embater na trave.

O extremo do Manchester United foi mesmo o melhor em campo, não se inibindo, não fugindo ao contacto e demonstrando que atravessa um momento de forma extraordinário. Ronaldo parece querer assumir-se, desde já, como a grande referência da Selecção Nacional depois da saída de Luís Figo. A par da jovem estrela, foi dos pés de Deco que saiu a magia que se espalhou no relvado do Bessa. O «20» está de regresso à boa forma física e isso reflecte-se de imediato na qualidade de jogo da equipa das quinas.

Com um adversário preocupado exclusivamente em não sair goleado, restam, deste jogo, os bons momentos proporcionados pela equipa de Scolari no primeiro jogo em Portugal depois da participação no Campeonato do Mundo.

Jogo resolvido em 30 minutos

Portugal entrou em campo decidido a resolver cedo a questão e, desde cedo, começou a encostar a equipa azeri às cordas. Aos 25 minutos, Deco encontrou Ronaldo na esquerda e isolou o número 17, que à saída do guarda-redes adversário não teve dificuldades em colocar a bola no fundo das redes, abrindo caminho para uma vitória anunciada.

Um minuto volvido, novo golo, novamente de Ronaldo, num fantástico pontapé de bicicleta, mas o lance não foi validado pelo árbitro, que não viu a bola a entrar na baliza depois de embater na trave. Mantinha-se o 1-0, mas por pouco tempo. Aos 30 minutos, livre de Cristiano Ronaldo (quem mais?), defesa para a frente do guarda-redes do Azerbaijão e golo de Ricardo Carvalho na recarga. O jogo estava decidido e, daí para a frente, era uma questão de números.

A segunda parte foi uma mera formalidade, com os jogadores a pouparem-se, já com o pensamento no jogo de quarta-feira, na Polónia. Aos 63 minutos, Ronaldo ainda fez o 3-0, respondendo de cabeça a um cruzamento de Simão, mas até final foi apenas uma questão de passar o tempo.

Rocha também em bom plano

Com as lesões de Jorge Andrade e Meira, Scolari tem tido dificuldade em encontrar companheiro para Ricardo Carvalho no centro da defesa. Depois da experiência falhada com Ricardo Costa, hoje foi outro Ricardo, o Rocha, que teve a sua oportunidade e, salvaguardando a qualidade do adversário, o central do Benfica mostrou que pode ser a solução até aos regressos dos lesionados.

No plano oposto, destaque para a palidez da exibição de Nuno Gomes. O ponta-de-lança, que até costuma dar bem conta do recado na Selecção, esteve distante do jogo, não conseguindo dar luta aos centrais azeris. Mas dias maus todos podem ter…

 

FICHA DE JOGO

. PORTUGAL: Ricardo, Miguel, Ricardo Carvalho, Ricardo Rocha e Nuno Valente (Caneira, 46); Costinha, Maniche (Tiago, 64) e Deco; Cristiano Ronaldo (Nani, 72), Simão e Nuno Gomes

. AZERBAIJÃO: Veliyev, Gashimov, Kerimov, Sokolov e Êrnani Pereira; Imamaliev, Chertoganov, Sultanov e André Ladaga; Muzika e Leandro Gomes

 

CLASSIFICAÇÃO GRUPO A

. 1. Sérvia, 7 pontos/3 jogos

. 2. Finlândia, 5/3

. 3. Portugal, 4/2

. 4. Bélgica, 4/3

. 5. Polónia, 4/3

. 6. Cazaquistão, 2/3

. 7. Azerbaijão, 1/2

. 8. Arménia, 1/2