Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Portugal não recebeu gado da região afectada pela febre aftosa

A Direcção-Geral de Veterinária (DGV) assegurou hoje que nos últimos 30 dias não entraram em Portugal animais provenientes do sul da Inglaterra, região afectada por um surto de febre aftosa.

Em comunicado a Direcção-Geral de Veterinária assegurou hoje – que segundo os dados existentes no sistema informático TRACES, referente à movimentação intracomunitária de animais vivos – Portugal não recebeu nos últimos 30 dias animais da região do sul de Inglaterra onde já foram detectados dois casos de febre aftosa.

Diferente situação existe no país vizinho onde o Governo catalão ordenou hoje uma "inspecção veterinária urgente" a 48 explorações de gado que terão recebido animais provenientes do Reino Unido

Segundo a DGV, serão de imediato reforçadas as campanhas de informação com vista à prevenção da introdução de produtos de origem animal e efectuada a articulação com outras entidades, atendendo à monitorização da bagagem pessoal dos passageiros provenientes do Reino Unido.

A Febre Aftosa é uma doença altamente contagiosa e que constitui uma ameaça para a produção animal, não tendo contudo implicações na Saúde Pública.

A doença é endémica em vários pontos do Globo, nomeadamente Médio Oriente, África, Ásia e América Central e do Sul, tendo esporadicamente emergido na Europa Comunitária.