Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Porcelanas são os produtos mais procurados pelo público

Peças de porcelana sobre as colecções dos museus nacionais são os objectos mais procurados pelos visitantes.

Reproduções das peças de porcelana representadas nas colecções dos museus nacionais tutelados pelo Instituto dos Museus e Conservação (IMC) são os artigos mais procurados nas lojas destas entidades, que celebram domingo o seu Dia Internacional.

Os produtos exclusivos disponíveis nas lojas dos 27 museus nacionais incluem ainda azulejos, peças de ouro como brincos e colares, têxteis, jogos juvenis, artigos de papelaria como lápis, blocos, ímanes, canecas, e ainda artigos para bebés e crianças com motivos inspirados nas colecções de arte.

De acordo com o director do IMC, Manuel Bairrão Oleiro, a loja instalada no Palácio Foz, nos Restauradores, em Lisboa, é a que regista mais receitas de vendas, e também é a de maior dimensão, sendo que nos outros museus nacionais dispersos pelo país o tamanho dos espaços de venda é muito diferenciado por depender da área disponível nos edifícios.

A loja do Palácio Foz tem a particularidade de centralizar todos os produtos disponíveis nos museus e permite também encomendar online e comprar os artigos quando estiverem disponíveis.

Este ano "todos os museus têm estado a apresentar propostas para colocar à venda produtos próprios, que estão actualmente a ser analisadas", indicou o director do Instituto, acrescentando que as receitas das lojas revertem para o IMC, porque é este organismo que suporta as despesas com estes espaços.

As lojas dos museus nacionais "são um prolongamento da actividade cultural", por um lado, mas também têm um peso significativo na receita destas entidades, que no ano passado representou entre 30 e 40 por cento do global, referiu.

Em 2007, a receita gerada pelas vendas nas lojas dos museus nacionais ascendeu a 1,1 milhões de euros, o que representa um acréscimo relativamente a 2006, que registou 990 mil euros.

Além das peças de porcelana, muito procuradas sobretudo no Museu Nacional de Arte Antiga e no Museu Soares dos Reis, no Museu do Azulejo são sobretudo procuradas as réplicas de azulejos antigos, no Museu de Arqueologia são as peças de ourivesaria, e no Museu Nacional dos Coches - o mais visitado do país - são os pequenos produtos - lápis, blocos, ímanes - "o que corresponde ao perfil da maioria dos visitantes, turistas, para não transportarem grandes volumes em viagem".

As lojas dos museus nacionais também têm à venda as publicações do IMC, nomeadamente roteiros dos museus e algumas publicações especialmente dedicadas ao público juvenil e infantil.