Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Perguntas incómodas aos governos ficam sem resposta

Há inúmeras questões levantadas pelos deputados que os governos não respondem. O Expresso revela as mais polémicas.

É verdade que o escritório de José Miguel Júdice ganhou um milhão de euros por cada duas semanas de serviços prestados à Parpública no processo de privatização da Galp? Santana Lopes chegou a ser alvo de uma execução fiscal? São dois exemplos de perguntas feitas por deputados que nunca tiveram resposta, mas os parlamentares, refira-se, também não insistiram. O Expresso revela amanhã outros casos, assim como o calvário de um deputado eleito pelo PSD de Coimbra que quis saber de quem eram uns terrenos contíguos ao Mosteiro de Celas. Só soube quando fez uma investigação particular.

Leia mais na edição de amanhã do Expresso em banca, ou clique aqui para ler na versão e-paper (pdf inteligente para assinantes, disponível a partir das 00h01 de sábado)