Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Pauleta e Tiago brilham em França

Chelsea de Mourinho venceu Reading mas perdeu os dois guarda-redes. Hilário espreita titularidade. Manuel José de novo na final da Liga dos Campeões africanos.

Mais um fim-de-semana de futebol por toda a Europa e novamente com jogadores portugueses em destaque. Em França, Pauleta bisou no regresso às vitórias do PSG e já é o melhor marcador da «Ligue1». Tiago continua em grande e marcou um dos golos do Lyon na vitória (2-1) sobre o St. Etiènne no «derby» do Rhone.

Depois de algumas semanas com exibições menos conseguidas, em que alternou a titularidade com o banco de suplentes, Luís Figo voltou aos jogos grandes. O extremo português fez a assistência para os dois golos da equipa, ambos da autoria de Stankovic, na vitória caseira sobre o Catania (2-1). Pelo meio, marcou ainda o canto do qual resultaria uma grande penalidade que Cruz desperdiçou. Como se não bastasse, chamou a si o jogo da equipa, jogou e fez jogar, e foi incansável em todas as suas acções. Saiu aos 89 minutos para uma merecida ovação.

Em Inglaterra, a jornada ficou marcada pela lesão dos dois guarda-redes do Chelsea, de José Mourinho, na vitória por 1-0 no terreno do Reading. Cech sofreu uma fractura do crânio aos 30 segundos de jogo, tendo uma longa paragem pela frente e Cudicini, já no último minuto, perdeu a consciência depois de um choque violento com um adversário. O tempo de paragem do italiano será menor que o do checo, mas não lhe permitirá defrontar o Barcelona, a meio da semana, pelo que o português Hilário terá uma oportunidade de ouro na baliza dos bi-campeões ingleses. Paulo Ferreira foi titular na direita da defesa, enquanto Ricardo Carvalho foi poupado.

Numa semana em que Cristiano Ronaldo ficou de fora por lesão, coube a Pedro Mendes e Manuel Fernandes a honra de brilhar na Premier League. Os dois formaram dupla no meio-campo do Portsmouth na vitória por 2-0 sobre o West Ham e actuaram a bom nível, comandando todo o jogo da equipa de Harry Redknapp, que se assume cada vez mais como a grande sensação da nova época.

Barça isolado

Em Espanha, o Real Madrid perdeu no terreno do Getafe por 1-0 e o Valência, com Miguel a tempo inteiro, foi derrotado em Vigo, pelo Celta (3-2). Com os desaires dos rivais, o Barcelona, sem Deco, poupado por Frank Rijkaard, assumiu a liderança isolada da Liga espanhola, depois de bater o Sevilha por 3-1.

Quem também aproveitou as ofertas de Real Madrid e Valência foi o Atlético de Madrid, que venceu o Recreativo (sem Beto, lesionado) por 2-1, num jogo muito polémico. Maniche foi titular nos madrilenos e actuou a bom plano. Costinha entrou nos últimos dez minutos, enquanto Zé Castro não saiu do banco de suplentes.

Destaque também para o Al-Ahly, que se apurou para a final da Liga dos Campeões africanos. A equipa de Manuel José, detentora do troféu, perdeu por 2-1 frente ao ASEC Abidjan, da Costa do Marfim, mas beneficiou da vitória por 2-0 em casa para carimbar o passaporte para a final. O golo do Al-Ahly foi apontado pelo internacional angolano Flávio. No jogo decisivo, a equipa de Manuel José vai defrontar o Sfaxien, da Tunísia.

OUTROS PORTUGUESES EM ACÇÃO

. Zé António (Monchengladbach-Wolfsburgo, 3-1) – Titular, esteve muito seguro no eixo da defesa, contribuindo para mais uma vitória da sua equipa.

. João Tomás (Al Arabi-Al Garrafa, 2-2) – O antigo avançado do Sporting de Braga foi decisivo na recuperação da sua equipa, apontando o 2-2 final.

. Bruno Aguiar (Hibernian-Hearts, 2-2) – Desta vez foi suplente, entrando a 15 minutos do final, quando a equipa estava já reduzida a dez e procurava apenas segurar o empate.

. Nunes (Levante-Maiorca, 0-1) – Foi titular e esteve muito seguro, numa tarde de muito trabalho para a defesa maiorquina.

. Jogaram ainda: Ricardo Esteves, Fábio Felício, Makukula, João Paiva, Ricardo Fernandes, Nélson Veiga, Paulo Sérgio, Zé Tó, Figueiredo, Nélson Ferreira, Silvino Soares, Fernando Meira, Sérgio Conceição, Areias, Sá Pinto, Moreira, Cícero, Pedro Moutinho, Roberto Pinto, Ricardo Nascimento, Ivo Afonso, Luís Vouzela, Tiago, Puma e Paulo Adriano.