Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Patrulhamento das estradas reforçado até domingo

A GNR tem 2300 militares a patrulhar diariamente as estradas nacionais. A Operação Natal decorre até domingo.

A GNR reforçou o patrulhamento nas estradas portuguesas desde as 00h00 de hoje no âmbito da Operação Natal, estando diariamente mobilizados 2.300 militares, 1.100 patrulhas e 1.000 veículos.

O oficial de operações do Comando-Geral da GNR, major Luís Branco, disse à Agência Lusa que a Operação Natal, que teve início às 00h00 de hoje e termina domingo às 24:00, se traduz "num reforço do patrulhamento" que envolve as Brigadas de Trânsito, Fiscal e Territorial.

Nos próximos dias, a Guarda Nacional Republicana (GNR) terá "diariamente empenhados" 2.300 militares, 1.100 patrulhas e 1.000 veículos nas principais estradas portuguesas.

A GNR tem ainda ao dispor 40 radares e 1.200 alcoolímetros, afirmou o major Luís Branco.

O oficial de operações do Comando-Geral da GNR sublinhou que os militares vão estar particularmente atentos à segurança rodoviária, como comportamento dos condutores e fluidez do trânsito.

Excesso de velocidade, consumo de bebidas alcoólicas e substâncias psicotrópicas, falta de uso do cinto de segurança e utilização indevida de telemóvel vão estar igualmente sob o olhar atento dos militares da GNR, com o objectivo de prevenir acidentes.

A Operação Natal da GNR desenvolve-se apenas no território continental português, não abrangendo as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, onde a prevenção rodoviária está a cargo da Polícia de Segurança Pública (PSP).