Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Ordem dos Farmacêuticos tem novo bastonário

Carlos Maurício Barbosa é investigador e professor na Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e reuniu mais de 60% dos votos.

Ana Sofia Santos (www.expresso.pt)

A Ordem dos farmacêuticos tem um novo bastonário. Carlos Maurício Barbosa foi eleito para os próximos três anos, de acordo com os resultados oficiais do escrutínio, realizado na passada terça-feira.

O candidato que disputou a liderança com Elisabete Faria obteve mais de 60% dos votos dos 3997 farmacêuticos que participaram. Apesar da adesão parecer fraca, este acto eleitoral foi dos mais participados, segundo o comunicado da Ordem. Existem mais de 10 mil membros em condições de votar e a afluência às urnas rondou os 38%.

Maurício Barbosa é investigador e professor na Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e reuniu 2419 votos.

Maurício Barbosa substitui Elisabete Faria

As eleições realizaram-se sete meses depois da demissão dos órgãos sociais da Ordem, em Março de 2009, por vontade da bastonária interina Elisabete Faria, que entretanto se recandidatou. O mandato de Elisabete faria foi marcado por polémicas e críticas ferozes por parte dos farmacêuticos que não lhe reconheciam legitilidade para exercer o cargo de bastonária.

Elisabete Faria foi eleita para a Direcção cessante da Ordem dos Farmacêuticos como vice-presidente, mas entretanto substituiu a bastonária eleita, Irene Silveira, em Julho de 2008, que renunciou ao mandato por motivos de saúde.

A partir daí instalou-se um clima de guerrilhana Ordem. As secções regionais do Porto e de Coimbra deixaram de participar nas reuniões nacionais, condicionando o seu funcionamento por falta de quorum. A situação durou um ano e acabou por levar à demissão da Direcção.