Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Obama convoca BP para discutir maré negra

Barack Obama convocou uma reunião a 16 de junho com o presidente da BP para discutir a maré negra no Golfo do México.

O presidente da petrolífera britânica BP, Carl-Henric Svanberg, foi convocado para uma reunião com o presidente norte-americano Barack Obama para discutir a maré negra no golfo do México, anunciou na quinta-feira a Casa Branca. Uma carta oficial a convocar Svanberg foi enviada pelo comandante da guarda costeira norte-americana, o almirante Thad Allen, que lidera os esforços da administração Obama para minimizar a catástrofe no Golfo do México, desde que a 20 de abril uma plataforma da BP explodiu provocando uma fuga num poço de petróleo que está a provocar a maior catástrofe ambiental de sempre nos Estados Unidos.

BP é responsável financeiramente

De acordo com a carta enviada ao presidente da BP, a reunião "com altos responsáveis do governo" norte-americano terá lugar em 16 de junho. "A BP é financeiramente responsável", acrescentou o comandante da guarda costeira na carta. Também hoje foi revisto em alta o derrame de petróleo durante as primeiras semanas após a explosão da plataforma da BP no Golfo do México de 20 mil barris para 40 mil barris por dia. Até agora, os especialistas calculavam em 20 mil barris diários (3,2 milhões de litro) o fluxo derramado para o oceano, dados hoje atualizados pelas autoridades norte-americanas para "até 40 mil" (mais de seis milhões de litros por dia) até ao momento em que a BP conseguiu conter parte da fuga e começou a recolher algum do petróleo derramado do poço. ***Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.