Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

O onze português no campeonato de Seatlle

Este ano quatro mil portugueses tentaram a sua sorte mas apenas onze ficaram apurados

Nuno Botelho

A "selecção nacional" de videojogos está nos EUA para a grande final do campeonato do mundo de desportos electrónicos. Os prémios podem chegar aos 55 mil dólares.

Treino. Muitas horas de treino frente a... um computador. Esta é talvez a melhor frase para definir a dedicação dos onze cyber-atletas portugueses que, até domingo, estão em Seattle a representar as cores nacionais no maior campeonato do mundo de videojogos: o World Cyber Games.

Apelidado de "Olimpíadas do Século XXI", o evento realiza-se desde o ano 2000 e a adesão é, no mínimo, estonteante. Só este ano concorreram mais de milhão e meio de jogadores, ficando apurados para a grande final apenas 750, oriundos de 74 países. "Números que os Jogos Olímpicos e o Campeonato Mundial de Futebol demoraram mais de trinta anos a conseguir", salienta Ricardo Corvo, líder da comitiva nacional.

O evento tem crescido em todo o mundo e Portugal não é excepção. "Em 2001 tivemos apenas 15 concorrentes, enquanto que este ano mais de quatro mil portugueses tentaram a sua sorte". Embora a melhor classificação nacional tenha sido a nona posição, em 2004, Portugal está a meio da tabela do "ranking" mundial.

Leia mais na edição do Expresso na banca ou em http://expresso.clix.pt/gen.pl?p=semanal