Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

O erotismo segundo Pablo Picasso

Com entrada livre, a exposição de gravuras eróticas de Picasso pode ser visitada de terça a domingo entre as 10h e as 18h, no Centro Cultural de Cascais.

A partir das 21h de hoje e até ao dia 7 de Janeiro, os admiradores da obra de Pablo Picasso vão poder admirar 60 gravuras eróticas do pintor espanhol, no Centro Cultural de Cascais, expostas pela primeira vez em Portugal.

Esta é a segunda vez que a colecção "Suite 60 – El Contemplador Activo", adquirida recentemente pela Fundação Bancaja de Valência, será apresentada ao público. A primeira foi no Museu de Albacete, em Valência.

Segundo o director do Centro Cultural de Cascais, Salvato Telles de Menezes, tratam-se de gravuras “mais explicitamente eróticas” do que a "Suite 367", série apresentada no ano passado no âmbito de um protocolo com a instituição bancária espanhola que administra a fundação.

As gravuras da "Suite 60" integram os temas "O pintor e a modelo", "O teatro", "O cornudo", "O circo" e "Os amigos", tendo sido desenhadas por Picasso entre Agosto de 1966 e Janeiro de 1968, quando o pintor, já com 85 anos, convalescia de duas intervenções cirúrgicas à próstata e à vesícula.  No período pós-operatório, Picasso “dedicou-se compulsivamente ao desenho para expressar o que achava não conseguir transmitir pela pintura”.

Fascínio pelo erotismo

“As gravuras, que têm um carácter reiterativo e narrativo, esclarecem bem as preocupações e obsessões de Picasso, que tinha fascínio pelo erotismo”, afirma Salvato Telles de Menezes. Em declarações ao EXPRESSO, o director do Centro Cultural de Cascais diz que este trabalho de Picasso é uma espécie de “exercício da memória”, de “revisão amorosa de Picasso”, na medida em que “o tema (erotismo) é tratado por alguém que já não o pode praticar, mas que ainda sente falta e que, apesar de tudo, continua a sublimar”.

De 26 de Janeiro a 25 de Fevereiro esta colecção de gravuras de Picasso – cujo 125.º aniversário de nascimento se assinalou a 25 de Outubro – vai estar exposta na Galeria Municipal de Torres Vedras, ao abrigo de um protocolo com o Centro de Cascais.

Para o próximo ano, o Centro Cultural de Cascais já tem agendada outra mostra de gravuras de Picasso. Estarão em exposição, as colecções "Los Fumadores" – a única em que o pintor introduziu cor – e "Retrato de Família" vai realizar-se em Julho e Agosto, para coincidir com um evento internacional que vai ter lugar em Cascais, ou seja, o Campeonato do Mundo de Vela, promovido pelo Clube de Vela de Cascais, Junta do Turismo e Câmara Municipal de Lisboa, que vai trazer a Portugal muitos espanhóis.