Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Notas de entrada em Medicina baixaram

Já estão disponíveis na Internet os resultados da primeira fase de acesso ao ensino superior. Consulte-os aqui.

A nota de candidatura do último colocado nos cursos de Medicina baixou relativamente ao ano passado devido ao aumento do número de vagas, segundo um documento divulgado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES).

Os nove cursos existentes no país registaram notas de entrada entre os 17,6 e os 18,3 valores. No ano passado, a nota mais baixa foi de 18,1 valores.

Das 11.687 vagas ainda disponíveis para a licenciatura em Medicina na segunda fase do concurso, 5.234 aplicam-se ao ensino universitário e 6.453, ao politécnico.

Os cursos de Arquitectura também registaram notas de acesso igualmente elevadas, entre os 14 e os 18,1 valores.

Panorama geral

34.860 alunos obtiveram colocação na primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público, o que corresponde a 86 por cento dos 40.521 candidatos iniciais (mais 1.545 que no ano anterior). Os estudantes não colocados poderão candidatar-se às 11.687 vagas disponíveis na segunda fase.

Mais de seis em cada dez alunos conseguiram colocação num curso e estabelecimento de ensino da primeira escolha, enquanto 92 por cento dos candidatos foram colocados numa das suas quatro primeiras opções.