Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Noite em cheio para Portugal

Benfica e FC Porto venceram Celtic e Hamburgo e voltaram a entrar nas contas do apuramento. Número de equipas apuradas sobe para seis.

Benfica e FC Porto precisavam de ganhar para manter as esperanças de qualificação. Não só o fizeram, como conseguiram cumprir com triunfos convincentes. Na Luz, o Benfica venceu o Celtic por 3-0, retribuindo a dose que tinha trazido de Glasgow, enquanto o FC Porto voltou a superiorizar-se ao Hamburgo, desta feita por 3-1.

Com as vitórias desta quarta-feira, as duas equipas portuguesas mantêm a esperança no apuramento para os oitavos-de-final. No Grupo F, o Benfica passa a somar quatro pontos, apenas menos dois que o Celtic, enquanto no Grupo G o FC Porto igualou o Arsenal no segundo posto, apenas a um ponto dos russos do CSKA Moscovo.

Luz de esperança

No Estádio da Luz, o Benfica estava obrigado a ganhar se ainda queria manter em aberto as hipóteses de qualificação. Os encarnados entraram dispostos a mostrar que o jogo de Glasgow tinha sido apenas um erro de «casting» e aos 20 minutos já venciam por 2-0, com golos de Caldwell, na própria baliza, e de Nuno Gomes.

Depois de chegar ao segundo golo, o Benfica baixou o ritmo e permitiu ao Celtic subir no terreno, mas os escoceses nunca conseguiram ser uma verdadeira ameaça para as redes de Quim. A segunda parte não foi muito bem jogada, mas foi contrariando essa tendência que surgiu o terceiro golo da equipa portuguesa. Uma jogada muito bem desenhada, sempre ao primeiro toque, permitiu a Karyaka marcar, após assistência de Nelson.

Até final o Benfica podia ainda ter marcado, mas Nuno Gomes revelou-se perdulário em duas ocasiões, ambas só com o guarda-redes Boruc pela frente.

'El Comandante' liderou o ataque

Em Hamburgo, o FC Porto confirmou a superioridade relativamente aos alemães e voltou a vencer, desta vez por 3-1. Lucho, Lisandro e Bruno Moraes fizeram os golos. Van der Vaart marcou para a equipa da casa.

Num jogo que estava a ser muito disputado mas não bem jogado, valeu ao FC Porto um momento de inspiração de «El Comandante» Lucho Gonzalez, que marcou um golo de antologia, um dos melhores desta edição da «Champions», colocando o campeão nacional em vantagem a um minuto do descanso.

A segunda parte começou sob a mesma toada, e aos 61 minutos foi novamente um argentino, Lisandro, a marcar para os «dragões». O jogo parecia sentenciado, mas um minuto depois Van der Vaart reduziu e relançou a partida. O Hamburgo voltou a acreditar, e por mais do que uma vez esteve perto do empate. Quem voltou a marcar, no entanto, foi o FC Porto, já perto do final, por Bruno Moraes. O brasileiro, que já tinha apontado o golo da vitória frente ao Benfica, voltou a mostrar que está em forma e cheio de confiança.

Nos restantes jogos, destaque para as vitórias de Lyon e Real Madrid, que garantiram a passagem aos oitavos-de-final, juntando-se a Bayern Munique, Liverpool, PSV e Valência no lote de equipas já apuradas.

A surpresa da ronda veio de Copenhaga, onde a equipa local bateu o Manchester United por 1-0, um resultado que em nada favorece o Benfica, já que vem atrapalhar as contas de todo o grupo.

RESULTADOS DE ONTEM

Grupo E

Lyon – Dinamo Kiev, 1-0

Real Madrid – Steaua Bucareste, 1-0

Grupo F

Benfica – Celtic, 3-0

FC Copenhaga – Manchester United, 1-0

Grupo G

Hamburgo – FC Porto, 1-3

Arsenal – CSKA Moscovo, 0-0

Grupo H

AEK Atenas – Lille, 1-0

AC Milan – Anderlecht, 4-1

CLASSIFICAÇÃO

Grupo E

1. Lyon, 12 pontos

2. Real Madrid, 9

3. Steaua Bucareste, 3

4. Dinamo Kiev, 0

Grupo F

1. Manchester United, 9 pontos

2. Celtic, 6

3. Benfica, 4

4. FC Copenhaga, 4

Grupo G

1. CSKA Moscovo, 8 pontos

2. Arsenal, 7

3. FC Porto, 7

4. Hamburgo, 0

Grupo H

1. AC Milan, 10 pontos

2. Lille, 5

3. AEK Atenas, 4

4. Anderlecht, 2