Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Mundos virtuais preparam crianças para a vida

Horas a fio em frente ao computador preocupam pais, mas os jogos virtuais podem encerrar uma alternativa vantajosa à televisão.

Um estudo patrocinado pela televisão britânica BBC e encomendado à Universidade de Westminster, revela que os mundos virtuais podem ser úteis na forma como as crianças aprendem a comportar-se em sociedade e tomam decisões.

Os especialistas testaram pela primeira vez o programa "Adventure Rock Virtual World", da BBC, uma ilha temática virtual concebida para ser utilizada por crianças dos seis aos doze anos de idade.

A equipa liderada pelos professores David Gauntlett e Lizzie Jackson acompanhou a "excursão voluntária" de crianças ao mundo virtual.

Segundo Gauntlett, as crianças assumiram o papel de exploradores com as ferramentas colocadas à disposição e através de caixas de mensagens procuraram informações e partilharam as descobertas e invenções realizadas nos diversos ateliers criativos disponibilizados.

A pesquisa foi acompanhada por diversos professores das escolas primárias que participaram no teste.

"Os mundos virtuais podem ser uma alternativa poderosa, cativante e interactiva" a meios de comunicação passivos como a televisão, sublinhou Gauntlett, acrescentando que, por "serem espaços de ensaio", permitem experimentar diferentes atitudes e comportamentos de forma facilitada, sem que lhes tenha sido imposta alguma consequência.