Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Morreu Justino Mendes de Almeida

Funeral realiza-se quinta-feira. Justino Mendes de Almeida era vice-presidente da Academia Portuguesa de História.

O vice-presidente da Academia de História Justino Mendes de Almeida, de 88 anos, morreu hoje, na sua residência na capital, disse à Lusa a presidente da Academia Manuela Mendonça.

Justino Mendes de Almeida, natural de Benavente, no Ribatejo, foi um dos fundadores da Universidade Autónoma e era reitor emérito da Universidade Autónoma de Lisboa.

O corpo do reitor da Autónoma é velado a partir da tarde de hoje na igreja de Santo Condestável, no bairro de Campo de Ourique, onde residia, em Lisboa, realizando-se o funeral quinta-feira, disse a mesma fonte.

O catedrático foi subsecretário de Estado da Administração Escolar entre 1968 e 1971 e presidiu à Junta de investigações do Ultramar de 1962 a 1974.

Foi professor na Faculdade de Letras de Lisboa, na extinta Universidade Livre e na Universidade Autónoma, da qual era reitor desde 1992.

Licenciado em Filologia Clássica pela Universidade de Coimbra, doutorou-se nesta disciplina na Faculdade de Letras de Lisboa.

"Sobre um virgilianismo d'os Lusíadas" e "Nota camoniana", foram duas das obras que publicou.