Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Modelo vestida de Virgem Maria abre polémica

A edição mexicana da famosa revista publica na capa a fotografia de uma modelo vestida de Virgem Maria, provocando a fúria num país em que 89% da população é católica.

Desde que começou a ser publicada que a revista Playboy se habituou a criar polémica. Desta vez, na sua edição natalícia lançada no México, a famosa publicação norte-americana decidiu colocar na capa a fotografia de uma modelo vestida de Virgem Maria.

Num país em que 89% da população é assumidamente católica [o equivalente a 97 milhões de pessoas], a 'gaffe' já obrigou a que a Playboy Enterprises pedisse desculpa pelo sucedido. "A Playboy México nunca quis ofender ninguém com a capa ou as imagens [das páginas interiores da revista]. Reconhecemos que acabou por ser ofensiva e por isso, assim como a Playboy México, oferecemos as nossas mais sinceras desculpas", pode ler-se no comunicado.

A revista foi publicada a 11 de Dezembro, no dia anterior às comemorações do Dia da Virgem de Guadalupe, uma festa tradicional mexicana. No ensaio, a modelo María Florencia Onori aparece coberta por um véu branco, num cenário de vitrais - que faz lembrar uma igreja -, a representar a mãe de Jesus, a Virgem Maria. Como se não bastasse, na capa pode ler-se "te adoramos, Maria".

A publicação deste ensaio fotográfico foi entendido como uma ofensa à Virgem Maria e provocou a fúria de muitos católicos no México, assim como de responsáveis da Igreja Católica um pouco por todo o mundo.