Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Mário Soares na apresentação da revista Courrier Internacional

A nova revista Courrier Internacional é hoje apresentada, num encontro que conta uma conferência do antigo Presidente.

A nova revista Courrier Internacional é apresentada hoje, às 18 e 30, no Centro Cultural de Belém, durante um encontro com assinantes presidido por Francisco Pinto Balsemão e que inclui uma conferência de Mário Soares. A intervenção do antigo Presidente da República será subordinada à pergunta "2008-um ano de viragem?" e, no final, os convidados poderão questionar o orador.

Esta é a quarta conferência anual promovida pelo Courrier Internacional (os convidados anteriores foram António Guterres, José Sócrates e Durão Barroso) e destina-se a assinalar o lançamento da revista, dirigida por Fernando Madrinha, que sucede ao semanário com o mesmo nome nascido em Abril de 2005.

O novo magazine terá periodicidade mensal. Vai amanhã para as bancas e, daqui em diante, sairá na última sexta-feira de cada mês, com um preço unitário de 3.50 euros, valor que se reduz a metade se o leitor optar pela assinatura. Esta edição tem como tema de capa "Ganhar menos e viver melhor", sobre a tendência de quadros médios e superiores dos países mais ricos e desenvolvidos para trocarem dinheiro por tempo livre. Muitos abdicam de ordenados chorudos e do consumismo exacerbado para se tornarem donos do seu tempo e contrariarem a lógica perversa que a sociedade de consumo impõe: trabalhar mais para ganhar mais e consumir mais.  

Relativamente à edição semanal, o Courrier sofreu uma mudança radical, segundo um projecto gráfico do director de Arte da revista Visão, Vasco Ferreira. Concebido e produzido pela mesma equipa, mas com uma nova organização editorial, mais páginas, melhor papel e impressão cuidada, o Courrier ganha em apresentação visual, recorrendo mais à fotografia e à ilustração, mas mantém a orientação de sempre, bem como a natureza e a qualidade dos conteúdos, pois continua ligado ao Courrier International, de Paris.

Entre as novidades, conta-se um portefólio fotográfico de meia dúzia de páginas e uma leitura, feita através de "cartoons", dos principais acontecimentos do mês, além de um obituário. Terá mais reportagem, mas a mesma diversidade temática. Assim, a revista está organizada por cinco grandes áreas, orientadas por cinco verbos: Compreender (a zona mais ligada à actualidade internacional, mas incluindo a secção "Portugal" - artigos e reportagens sobre o nosso país publicadas na Imprensa estrangeira), Olhar (o portefólio), Saber (as secções de ciência e tecnologia, multimédia, economia, ecologia e outras que vêm da edição semanal), Explorar (investigação e reportagem) e Desfrutar (uma proposta de viagem, uma receita de culinária e pelo menos quatro páginas de notícias improváveis e divertidas que já eram um "must" da edição semanal - os Insólitos).