Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Manuel José vence Liga dos Campeões Africanos

Técnico português voltou a triunfar. Zé Castro estreou-se a titular com um golo. Mourinho goleou e Cristiano Ronaldo lesionou-se.

Sem Liga em Portugal no fim-de-semana, foi um português a brilhar novamente. Manuel José conquistou a Liga dos Campeões Africanos pela segunda vez consecutiva.

O técnico português do Al-Ahly tinha prometido jogar tudo na segunda-mão, depois do empate (1-1) no Cairo, e cumpriu. Os comandados de Manuel José conseguiram uma dramática vitória por 1-0 sobre os tunisinos do CS Sfaxien e levantaram a taça pela quinta vez (a terceira sob comando de Manuel José). O golo da vitória foi apontado já no período de compensação, por Aboutrika.

Estreia dourada para Zé Castro

Em Espanha, o líder Sevilha não conseguiu superiorizar-se ao Racing Santander, e foi ultrapassado pelo Barcelona na tabela. Os catalães venceram o Saragoça, em Camp Nou, por 3-1, com exibição de gala de Ronaldinho, que apontou dois golos. Deco foi titular e teve grande importância na manobra da equipa «culé».

O Real Madrid também venceu, batendo o Osasuna por 4-1, com um «poker» de Ruud van Nistelrooy. Os rivais dos «merengues», o Atlético Madrid, de Costinha, Maniche e Zé Castro, venceram o Villareal por 3-1, afastando a crise de resultados. Zé Castro foi decisivo, apontando o golo do empate dos «colchoneros». Maniche também foi titular, exibindo-se a bom plano, enquanto Costinha apenas entrou aos 86 minutos.

Figo vence Fernando Couto

Em Itália, Palermo e Inter de Milão mantêm-se colados na liderança. A equipa de Figo (titular), deslocou-se a Parma e venceu por 2-1, com golos de Ibrahimovic e Cruz. Fernando Couto regressou aos eleitos do Parma, mas foi suplente, entrando apenas para os minutos finais.

O Palermo recebeu e venceu o Torino por 3-0, mantendo a pressão sobre os «nerazzurri». De mal a pior está o AC Milan, que somou a terceira derrota consecutiva, diante da Roma (1-2), numa exibição principesca de Francesco Totti.

«Goodbye Reds»

Em Inglaterra, a semana marcou o adeus ao título do Liverpool. Os «reds» foram vergados por 3-0 no terreno do Arsenal e estão já a 14 pontos do líder, o Manchester United. A equipa de Cristiano Ronaldo, que foi titular e saiu lesionado, venceu no terreno do Blackburn por 1-0, graças a um golo do inevitável Louis Saha.

Em Stamford Bridge, o Chelsea também venceu, por 4-0, com «hat-trick» de Didier Drogba. Ricardo Carvalho foi o único português titular, e realizou boa exibição. Hilário regressou ao banco, agora que Cudicini está já operacional, e Paulo Ferreira ficou fora dos eleitos de José Mourinho.

Também em Inglaterra, o Portsmouth, com Pedro Mendes de início e Manuel Fernandes de fora, empatou em casa com o Fulham, com Boa Morte a jogar os 90 minutos.

OUTROS PORTUGUESES EM ACÇÃO

. Zé António (Hamburgo - Monchengladbach, 1-1) – Novamente titular, manteve a regularidade que lhe é habitual.

. Beto (Celta - Recreativo, 1-2) – Excelente actuação ao longo de todo o encontro, numa vitória importante da equipa de Huelva.

. Sá Pinto (Mons - Standard Liège, 2-3) – A entrega do costume, em 89 minutos plenos de esforço. Areias, Sérgio Conceição e Nuno Coelho também foram titulares.

. Nunes (Getafe - Maiorca, 1-0) – esteve perto de conseguir o golo do empate, mas falhou no lance do golo do Getafe.

. Jogaram ainda: Sérgio Pinto, João MAnuel Pinto, Carlitos, Fernando Couto, Semedo, Cadú, Filipe da Costa, Edgar, Zé Tó, Serginho, Hugo Almeida, Carlos da Silva, Manuel da Costa, Pelé, Marco Ramos, Daniel Fernandes, Paulo Costa e Nélson Ferreira.