Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Manifestantes acusam polícia de os impedir de entrar na cidade

Os manifestantes que hoje estão em protesto, no Porto, contra as portagens nas SCUT acusam as autoridades de os tentar impedir de entrar na invicta.

Um responsável da Comissão de Utentes do Grande Porto acusou hoje as autoridades policiais de estarem a impedir o acesso ao Porto das caravanas de manifestantes de Viana do Castelo e Esposende mas a GNR negou quaisquer incidentes.

"(As autoridades) estão a estrangular o acesso da A28 para o Porto", referiu Valdemar Moreira, membro da Comissão de Utentes do Grande Porto, na manifestação que está a decorrer nos Aliados, Porto, contra a introdução de portagens em três SCUT do Norte e Centro.

Moreira referiu à população, que entretanto se começou a juntar na Avenida dos Aliados, que a caravana de manifestantes de Aveiro se encontra ainda a caminho da cidade do Porto.

Contactada pela Lusa, a Brigada de Trânsito da GNR disse que todos os veículos já chegaram ao Porto e que não houve qualquer incidente durante o percurso.

Sobre os condicinamentos de trânsito à própria Avenidfa dos Aliados, um subcomissário da PSP da Porto explicou que o gradeamento foi colocado apenas para permitir que "quem não se quer manifestar possa optar" por outro percurso.

O agente também referiu desconhecer os alegados impedimentos às caravanas de manifestantes de Viana do Castelo e Esposende.

"Não sei de nada", disse o subcomissário.