Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Luzboa arranca hoje com concerto insólito

A actuação do Ensemble JER, às 20h no Largo do Teatro São Carlos, marca a abertura da bienal Luzboa.

O concerto-performance do Ensemble JER – uma formação de música erudita que utiliza pequenos instrumentos de plástico – abre hoje às 20h a bienal Luzboa. A actuação, no Largo do Teatro de São Carlos, dará início a duas visitas guiadas pelo percurso ao longo do qual estão a partir de hoje e até ao final do mês patentes as diversas instalações artísticas da Luzboa.

Os Ensemble JER, que se apresentam acompanhados pelo seu fundador José Eduardo Rocha, vão tocar duas peças minimais de Steve Reich: “Clapping Music” (“Música de Bater Palmas”) e “Music for Pieces of Wood” (“Música para Peças de Madeira”). Os seus músicos/actores vão-se misturar com os transeuntes numa “performance urbana” que está inerente ao espírito da bienal. Ao seu lado estará uma das instalações da Luzboa, a "Lua" do artista Bruno Peinado, uma bola iluminada, com quatro metros de diâmetro, que aumenta e diminui à medida que vai "respirando".

Nesta segunda edição todas as instalações da Luzboa são apresentadas nas ruas da cidade num percurso de cerca de quatro quilómetros que vai do Príncipe Real a Alfama, ao longo do qual a iluminação pública se apresentará profundamente alterada.