Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Lisboa: Carris altera hoje 13 carreiras

A terceira fase da Rede 7 da transportadora Carris, em Lisboa, concretiza-se hoje com mudanças em sete percursos e alterações noutras seis carreiras ao nível da frequência.

A terceira fase da Rede 7 da transportadora Carris, em Lisboa, concretiza-se hoje com mudanças em sete percursos e alterações noutras seis carreiras ao nível da frequência de passagem dos autocarros.

Segundo a empresa, as modificações devem-se à necessidade de melhorar a articulação e de reduzir a sobreposição com a rede de metro, que no ano passado foi reforçada com o prolongamento da linha vermelha até São Sebastião.

Os utentes com dúvidas sobre as alterações, que envolvem também a mudança da numeração ou da cor de mais 13 carreiras, podem recorrer à Internet (www.carris.pt e linha.aberta@carris.pt) ou à linha telefónica 808 201 777.

Entre as carreiras que sofrem uma alteração de percurso está a 16 (Praça do Chile - Benfica), que passa a chamar-se 716, fica com o trajeto encurtado e deixa de ir à Praça do Chile.

A 40 (Cais do Sodré - Olaias) passa a 740, é encurtada até à Praça de Londres e deixa de ir às Olaias, enquanto a 49 (ISEL - Saldanha) passa a circular apenas entre o estabelecimento universitário e Entrecampos, com funcionamento apenas nos dias úteis.

O novo percurso 778 (antigo 78) continua a ligar o Campo Grande ao Paço do Lumiar, mas com um acrescento no Alto da Faia, e o novo 796 (antigo 106, entre Campo Grande e Galinheiras) sofre uma alteração na zona das Galinheiras.

O 713 (Marquês de Pombal -- Campolide) deixa de ir ao Marquês de Pombal e passa a incluir as Avenidas Novas e a terminar no Arco do Cego, enquanto o 718 (ISEL -- Amoreiras) fica encurtado à Alameda Dom Afonso Henriques, deixando de ir às Amoreiras.

Quanto à frequência, vão ser reforçadas as periodicidades de passagem do 723, do 738 e do 758, enquanto as carreiras 21, 39 e 53 (que se transforma em 753) vão sofrer uma redução a este nível. A Rede 7 nasceu em 2006 no âmbito de uma reestruturação da rede da Carris e desde então o índice de satisfação do cliente aumentou de 60 para 65,1 por cento, segundo a empresa.