Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Levantada imunidade de Ricardo Rodrigues

O pedido de levantamento de imunidade parlamentar do deputado socialista Ricardo Rodrigues, que "tomou posse" dos gravadores dos jornalistas da revista "Sábado", foi aprovado pela Comissão de Ética.

O pedido de levantamento de imunidade parlamentar do deputado socialista Ricardo Rodrigues foi hoje aprovado na Comissão de Ética.     O deputado deverá agora responder por escrito ao Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa, por sua escolha.     O relatório da comissão, elaborado pelo deputado socialista João Serrano, deveria ter sido debatido na reunião do dia 16, mas o seu debate acabou por ser adiado por não estar ainda concluído.     O deputado João Serrano explicou à Lusa na altura que aguardava ainda uma resposta de Ricardo Rodrigues sobre se o depoimento no Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa será feito presencialmente ou por escrito, mas o deputado terá optado por responder por escrito.     A audição do deputado Ricardo Rodrigues pelo Ministério Público, após queixa de dois jornalistas da revista Sábado por furto e atentado à liberdade de imprensa, estava dependente do levantamento da imunidade parlamentar.   A queixa foi apresentada no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa depois de Ricardo Rodrigues ter sido filmado a apropriar-se dos gravadores dos dois jornalistas da revista "Sábado" durante uma entrevista nas instalações da Assembleia da República.   

Ricardo Rodrigues aceitou levantamento 

O pedido de levantamento de imunidade parlamentar do deputado deu entrada na Assembleia da República no início da semana e foi entregue no dia 8 à Comissão de Ética.     Entretanto o líder parlamentar do PS, Francisco Assis, já tinha anunciado no dia 9 de junho que o deputado Ricardo Rodrigues estaria disposto a aceitar o levantamento da imunidade parlamentar para depor no âmbito da queixa apresentada pelos jornalistas da revista sábado no Departamento de Investigação e Acção Penal.   *** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.