Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Islândia: PM é primeira homossexual a casar-se segundo nova lei

No dia em que entrou em vigor a lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a primeira ministra islandesa, Johanna Sigurdardottir, deu o exemplo e trocou alianças com a sua companheira.

A primeira ministra islandesa, Johanna Sigurdardottir, casou-se hoje com a sua companheira, no dia em que entrou em vigor a lei que legaliza os casamentos homossexuais no país. 

Segundo a radiotelevisão islandesa RUV, citada pela agência noticiosa francesa AFP, a líder do Governo casou-se com Jonina Leosdottir, após um pedido da transformação da sua união civil em casamento, em conformidade com a lei. Nenhuma cerimónia particular teve lugar, acrescentou a RUV. 

O parlamento de Reiquejavique adoptou por unânimidade no passado dia 12 a legalização do casamento homossexual, lei que entrou hoje em vigor.

Até hoje, os casais homossexuais podiam unir-se legalmente e beneficiar dos mesmos direitos que os heterossexuais, mas a união não era um verdadeiro casamento. 

Os casais que usufruiam já da união civil, como Johanna Sigurdardottir e Jonina Leosdottir, devem agora pedir uma validação da sua união que significa que estão casadas.  

Sigurdardottir que chegou ao poder no ano passado e que vivia há vários anos com Jonina Leosdottir, é a primeira chefe de Governo abertamente homossexual.