Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Inundações causam 32 mortos no Brasil

Imagem aérea de uma zona próxima de Jacuipe, Estado de Alagoas, totalmente alagada

Thiago Sampaio-Agencia Alagoas/AP

Mais de 100.000 pessoas estão desalojadas devido às chuvas e inundações no nordeste do Brasil. Lula da Silva já anunciou a criação de fundos de apoio às vítimas das enxurradasVeja o vídeo no final do texto.

Pelo menos 32 pessoas perderam a vida e mais de 100 000 tiveram de abandonar as suas casas devido às fortes chuvas e inundações registadas nos últimos dias na região nordeste do Brasil, anunciou hoje a Proteção Civil. 

No Estado de Pernambuco, onde foi declarado o estado de emergência em 53 municípios, 13 pessoas morreram e mais de 42 000 tiveram de deixar as suas casas, enquanto 18 000 foram acolhidas em centros de acolhimento.

Na região de Alagoas, terão perecido 19 pessoas nos 22 municípios afetados pelas chuvas, enquanto que o número de desalojados ultrapassa os 58 000.

Segundo um comunicado, autoridades já distribuíram 20 000 cestos com alimentos, colchões e mantas pelas populações afetadas. 

O Presidente Lula da Silva anunciou entretanto a criação de fundos de apoio às vítimas das enxurradas e comprometeu-se a "atuar com a mesma rapidez" que no Estado do Rio de Janeiro, onde em abril mais de 200 pessoas morreram também devido a fortes temporais. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.