Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Homenagem solene às vítimas da "Love Parade"

A cidade alemã de Duisburgo presta hoje homenagem solene às 21 vítimas mortais da tragédia de sábado passado na "Love Parade", com a presença do presidente alemão, Christian Wulff, e da chanceler Angela Merkel.

A cidade alemã de Duisburgo presta hoje uma homenagem solene às 21 vítimas mortais da tragédia de sábado passado na "Love Parade", com a presença do presidente alemão, Christian Wulff, e da chanceler Angela Merkel.  

 

A cerimónia em memória das 21 vítimas mortais e dos mais de 500 feridos é organizada pela diocese da igreja protestante de Dusseldorf.  

 

A tragédia ocorreu no sábado passado no túnel de acesso à "Love Parade" quando se gerou pânico entre as centenas de pessoas tentavam entrar no recinto. Dezanove pessoas morreram no local e duas outras acabariam por morrer nos dias seguintes, todas vítimas de esmagamento do tórax.  

 

Cerca de um milhão de pessoas assistia ao concerto, cujos organizadores anunciaram entretanto que não voltará a ser realizado.  

Polícia tinha alertado para a falta de segurança 

A tragédia está envolta em polémica, dado que nos dias que se seguiram à tragédia foi noticiado que tanto a polícia como os bombeiros tinham alertado para a falta de condições de segurança, alertas ignorados pelo município, que autorizou a sua realização.   

 

As críticas estendem-se ainda aos organizadores, já que segundo documentos citados pela imprensa alemã a autorização dada pela câmara municipal previa apenas uma lotação de 250 mil pessoas.