Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Homem esquartejado em Guimarães

PJ deteve travesti por suspeita de homicídio do homem de 40 anos com quem vivia. Vítima foi esquartejada em Guimarães.

Joaquim Gomes (www.expresso.pt)

Um travesti de 19 anos foi hoje detido pela Polícia Judiciária por suspeita de assassínio do homem de 40 anos com quem vivia, em Guimarães.

Flávio Lopes, de 19 anos, solteiro, natural de Santo Tirso, encontra-se no Tribunal de Guimarães para ser interrogado pela juíza de instrução criminal, disse ao Expresso fonte da PJ de Braga.

José Carlos Mota Silva, de 40 anos, casado e com filhos dois filhos de 15 anos gémeos, natural de Guimarães, que tinha deixado a residência familiar há cerca de um mês, foi esquartejado a 10 de Junho, num apartamento atrás do estádio do Vitória de Guimarães.

PJ desmonta versão

No local do crime, as autoridades policiais e de saúde encontraram um cenário dantesco, com rastos de destruição e de sangue, para além de vestígios de consumo de drogas duras.

Flávio Lopes, que esteve internado cerca de uma semana no Hospital de Guimarães, com vários ferimentos, alegou então à Polícia Judiciária de Braga que o crime que vitimou o seu companheiro fora praticado por dois homens encapuzados.

A Brigada de Homicídios da PJ interveio e recolheu vários indícios no local do crime, chegando à conclusão de que afinal o principal suspeito do crime é o travesti e companheiro da vítima mortal.