Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Homem desaparecido no rio Sado ainda não foi encontrado

Apesar das operações de busca efetuadas nos últimos quatro dias, o homem que se lançou ao rio Sado após um acidente com o galeão "Pinto Luísa", na passada sexta feira, em Alcácer do Sal.

O homem que se lançou ao rio Sado após um acidente com o galeão "Pinto Luísa", na passada sexta feira, em Alcácer do Sal, ainda não foi encontrado, informou hoje o capitão do porto de Setúbal.

Segundo revelou à Lusa o comandante Duarte Cantiga, apesar das operações de busca efetuadas nos últimos quatro dias, ainda não foi encontrado nenhum indício que permitisse localizar o homem dado como desaparecido. 

"As operações de busca, que foram interrompidas cerca das 20h15, não tiveram êxito, mas serão retomadas na terça feira de manhã, com cinco embarcações - três da Autoridade Marítima e duas de mergulhadores da Armada", disse.

"Vamos levar connosco brigadas cinotécnicas da GNR, que nos vão ajudar a inspecionar uma vasta zona até bem perto do estuário do Sado", acrescentou o capitão do porto de Setúbal, adiantando que já foi verificada uma zona com uma extensão de cerca de 5 milhas náuticas. 

Duarte Cantiga não exclui a possibilidade de o corpo do homem desaparecido já ter saído do rio, mas garantiu que as operações de busca vão continuar nos próximos dias, embora com menos meios. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.