Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Fundadores do YouTube recebem acções milionárias

Mais de 700 milhões de dólares em acções da Google foi quanto a venda do YouTube rendeu aos seus três fundadores.

Um grande negócio. É assim que se pode classificar a venda do YouTube à Google, que rendeu aos fundadores do «site» de partilha de vídeos mais de 700 milhões de dólares.

De acordo com um artigo da revista 'Time', o pagamento foi feito em acções da Google. Chad Hurley, presidente-executivo do YouTube, arrecadou 345 milhões de dólares em acções e Steve Chen, co-fundador, ficou com cerca de 326 milhões. O terceiro co-fundador, Jawed Karim, que abandonou o grupo pouco tempo depois da criação do «site», recebeu “apenas” acções no valor de 64 milhões de dólares.

Embora em quantidades menores, cerca de vinte funcionários do YouTube também foram contemplados com recompensas. Por exemplo, a principal porta-voz da empresa, Julie Supan, recebeu 10.308 acções, avaliadas em 4,8 milhões de dólares. O fundo de investimento Sequoia Capital, que foi o principal investidor financeiro do YouTube, recebeu também 941.000 acções, que hoje valem cerca de 445 milhões de dólares.

Os três co-fundadores do YouTube conheceram-se quando trabalhavam para a PayPal, uma empresa de pagamentos «on-line», posteriormente adquirida pelo «site» de leilões 'eBay'. O YouTube acabou por ser adquirido pela Google em Novembro do ano passado, depois do «site» ter registado um crescimento explosivo em 2006.