Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Festival de hip-hop de novo em risco

Pela terceira vez, um festival de hip-hop anunciado para o Pavilhão Atlântico, em Lisboa, poderá não se realizar. É que dos quatro cabeças-de-cartaz, apenas um está inclinado a comparecer.

O evento – no qual participariam nomes famosos do hip-hop actual, como 50 Cent, Akon, Sean Paul e Busta Rhymes – tem sido amplamente divulgado na imprensa, cartazes e transportes públicos da capital. Mas, pela terceira vez, corre sérios riscos de não se realizar.

Segundo Cláudia Santos, da Universal Music portuguesa, editora de 50 Cent, o "rapper" nunca teve agendada qualquer vinda a Portugal para este concerto. Da sede americana, a última resposta obtida pela filial portuguesa dava conta de que 50 Cent não actuará no nosso país dia 22. "Em princípio, já teríamos sido avisados se ele viesse", diz. Daniel Sousa, da filial portuguesa da Warner Music, que edita o músico Sean Paul, é peremptório ao afirmar que o músico não virá a Portugal. "Ele está a gravar o novo disco e a sua vinda nunca esteve prevista", diz. Já quanto a Akon, também editado pela Universal, "existem fortes possibilidades" de participar no espectáculo.

Da promotora do espectáculo – que tem sede em Luanda e tem estado envolta em controvérsia por anunciar eventos que são adiados ou não se realizam – Henrique Miguel assegura estar "tudo confirmado" e que o festival vai mesmo acontecer na próxima semana.