Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

“Exijam o vosso direito ao ar puro”

O tabaco é a segunda maior causa de morte em todo o mundo. Em Portugal, o consumo está a aumentar entre os jovens, principalmente nas raparigas.

As consequências do tabagismo estão hoje em destaque na comemoração anual do Dia Mundial sem Tabaco. “Criar e desfrutar de um ambiente 100% livre do tabaco” é o lema lançado hoje pela Organização Mundial de Saúde, que alerta para o facto do “tabagismo ser a segunda maior causa de morte em todo o mundo”.

De acordo com a OMS, um ambiente 100% livre de tabaco é única maneira de proteger totalmente a população da exposição às doenças relacionadas com o fumo desta substância. Metade das 650 milhões de pessoas que fumam actualmente irão morrer por doenças relacionadas com o consumo do tabaco, avisa a organização. “Ainda mais preocupante é o facto de centenas de pessoas que nunca fumaram morrerem cada vez mais com problemas respiratórios”, explica a OMS.

Nem a ventilação, nem a filtração – nem mesmo as duas em conjunto – conseguem reduzir o fumo de tabaco, em espaços fechados, para níveis aceitáveis. Daí o apelo da OMS: “Exijam o vosso direito ao ar puro, livre de fumo de tabaco”.

Tabaco em Portugal

Na Europa o fumo do tabaco é responsável por um milhão e 200 mil mortes anuais, prevendo-se que em 2020 este número ascenda aos dois milhões. Segundo Luís Negrão, da Fundação Portuguesa de Cardiologia, “em Portugal falta ainda fazer um levantamento constante sobre esta realidade”. No entanto, “a tendência mais preocupante é o aumento do consumo entre os jovens, principalmente nas raparigas”, salienta o especialista, alertando também para a quantidade de crianças fumadoras passivas, por imposição dos pais que fumam dentro de casa.

O tabaco, aliado à falta de exercício e aos maus hábitos alimentares, são um problema do futuro da sociedade portuguesa. Bronquite crónica, asma, doença cardiovascular, diabetes e cancro são apenas algumas das doenças que estes jovens poderão vir a sofrer precocemente, revela Luís Negrão.  

Para o especialista, a proibição do consumo de tabaco em locais públicos pode ser uma solução: “Se em Espanha e em Itália resultou, porque não há-de resultar em Portugal?”

Apostar em ambientes sem tabaco: os motivos da OMS 

1 – O tabaco mata e provoca doenças graves;

2 – Um ambiente 100% livre de tabaco protege totalmente a população dos riscos graves da exposição ao fumo desta substância;

3 – O direito ao ar puro faz parte dos direitos humanos;

4 – Estatísticas revelam que a proibição de fumar é apoiada tanto por fumadores como por não-fumadores;

5 – Ambientes sem fumo de tabaco são tão bons para negócios como para famílias com crianças;

6 – Ambientes sem fumo dão aos fumadores que estão a tentar deixar de fumar um incentivo para o fazer;

7 – Ambientes sem fumo ajudam a prevenir, principalmente as camadas mais jovens, de começarem a começar;

8 – Ambientes sem fumo de tabaco saem mais baratos.