Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Ex-marido condenado por "infidelidade virtual"

Homem condenado no Brasil a pagar à ex-mulher uma indemnização de 20 mil reais, cerca de 7,6 mil euros, por "danos morais". E-mails arquivados serviram de prova.

Um homem foi condenado no Brasil a pagar à ex-mulher uma indemnização de 20 mil reais, cerca de 7,6 mil euros, por ter cometido "infidelidade virtual", tendo o tribunal baseado a sentença numa troca de e-mails.

Segundo o site do jornal brasileiro 'Folha de São Paulo', as provas foram recolhidas pela própria ex-mulher, que descobriu os e-mails arquivados no computador da família, entrando depois com uma acção em tribunal por danos morais.

A mulher afirmou ainda em tribunal que necessitou de tratamento psicológico para ultrapassar a situação, já que acreditava que o marido tinha abandonado a família devido a um crise existencial e que jamais desconfiou da traição.

Em sua defesa, o ex-marido alegou invasão de privacidade, pedindo a não utilização dos e-mails como prova da infidelidade.

De acordo com a sentença de um tribunal de Brasília, não houve invasão de privacidade porque os documentos estavam guardados no computador usado pela família e a ex-mulher tinha acesso à senha do acusado.