Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Europa mantém reserva quanto a nuclear iraniano

Herman Van Rompuy no encontro entre a União Europeia e o Chile, em Madrid

Sergio Barrenechea/EPA

O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, reiterou hoje a preocupação europeia e internacional sobre o programa nuclear iraniano, recusando-se a comentar o acordo entre Irão, Turquia e Brasil sobre uma troca de urânio.

"A posição da UE é conhecida há meses e não mudou. Estamos muito preocupados com o programa nuclear iraniano", afirmou em Madrid.

"O Irão recusou, até agora, negociações sérias relacionadas com o programa. O Irão tem que tranquilizar a comunidade internacional relativamente às centrais e ao programa nuclear", afirmou.

O presidente do Conselho Europeu falava aos jornalistas na conferência de imprensa final depois da reunião entre a UE e o Chile, que decorreu em Madrid.

Van Rompuy sublinhou que a UE continua "disposta a dialogar mas que o Irão não aceitou o convite", defendendo que Teerão deve responder, por escrito, às novas propostas avançadas pela Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

Irão aceita acordo sobre programa nuclear

Irão, Turquia e Brasil chegaram a acordo no domingo sobre uma troca de urânio entre as autoridades iranianas e a comunidade internacional, de acordo com fontes diplomáticas turcas, citadas pela agência noticiosa turca Anatolia.

O chefe da diplomacia turca, Ahmet Davutoglu, e os seus homólogos iraniano e brasileiro - Manuchehr Mottaki e Celso Amorim - chegaram a acordo sobre uma fórmula comum para a troca de urânio no domingo à noite, após 18 horas de negociações em Teerão, disseram as mesmas fontes.

Os três dirigentes deverão apresentar hoje de manhã uma versão final e detalhada do plano.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.