Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Estado a contas com Dalila Rodrigues

A ex-directora do Museu Nacional de Arte Antiga coloca a hipótese de processar o Estado português.

Na sequência do seu afastamento sumário do Museu Nacional de Arte Antiga, Dalila Rodrigues admite vir a instaurar um processo judicial contra o Estado. Em campo tem já um advogado que procura qual a forma legal da ex-directora do principal museu português poder vir a ser indemnizada.

A historiadora não tem dúvidas de que foi prejudicada e não tem intenção de baixar os braços, apesar de pôr completamente de lado a hipótese de dirigir ou trabalhar novamente nalgum museu da rede nacional.

Leia mais na edição de amanhã do Expresso em banca, ou clique aqui para ler na versão e-paper (pdf inteligente para assinantes, disponível a partir das 00h01 de sábado)