Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Esperança de Vida

Há nove meses que o Expresso acompanha um grupo de reclusos de cinco cadeias que servem de cobaias mundiais de reintegração social através de cursos de empreendedorismo.

Os protagonistas desta história são 10 reclusos de cinco cadeias portuguesas. O grupo integra o lote dos seleccionados para o curso de empreendedorismo, um projecto-piloto, a decorrer, pela primeira vez, em meio prisional. A ideia foi desenhada por uma empresa canadiana e Portugal está a ser o país cobaia.

O curso começou há nove meses. Foram seleccionados 98 reclusos. Ao longo desse período, metade ficou pelo caminho. A maior parte saiu por não aceitar que um curso, que exige dedicação exclusiva e intensa, não seja pago.

A SIC acompanha o grupo desde Junho, tinha o curso escassos dias de vida.

A cadeia de Beja é gerida por uma psicóloga habituada a descodificar comportamentos nas entrelinhas dos comportamentos. Joaquina Molaqueco sentiu que o Igor, um recluso de 21 anos, poderia usar as competências que o conduziram ao crime para criar o seu próprio negócio. Nove meses depois, Igor resistiu aos horários difíceis, às naturais quebras de entusiasmo, à inexistência de comparticipação financeira.

Já António, um comerciante com idade para ser pai do Igor, desistiu. Joaquina sempre o soube, apesar do curso de empreendedorismo ser talhado para reclusos condenados por crimes financeiros, ou seja, à medida das burlas e dos cheques carecas de António.

Em Castelo Branco encontrámos Mafalda e a filha, Jessica de 2 anos. Estão presas pelo mesmo crime, dito pela própria Mafalda: “Fui muito egoísta, só pensei em mim, e vim aqui parar”.

Na cadeia, Miguel é um “betinho”, um “menino da mamã”; Miguel é filho de um empresário de Sintra, mas caiu na prisão. Fátima Corte, a directora em Sintra, sabe que na cadeia cabem todos os homens, mas sente Miguel fora do contexto. Acredita que ele esteja apenas de passagem.

Em Sintra encontrámos o Hélder, a quem todos chamam Verónica. Verónica, de facto, assenta-lhe muito melhor do que Hélder.

Bandeira é pai de um jovem de 14 anos. Os dois mal se conhecem e há anos que não se vêem. Bandeira está de saída, convencido de que é para sempre, apesar de, na última dúzia de anos, não ter da vida outro registo que não seja o da cadeia.

Ricardo saiu da antiga prisão escola de Leira a 21 de Fevereiro. Conhecemo-lo em Outubro e seguimos, com ele, o percurso da ansiedade… até ao último dia.

Acreditam, todos, que este curso, com fim marcado para Junho, poderá aumentar-lhes a esperança de vida, apesar dos rótulos da cadeia, apesar dos ataques de desânimo, apesar das dúvidas … Quem sabe?

 

LEIA NO EXPRESSO E VEJA NA SIC

«Esperança de Vida» é uma grande reportagem de Pedro Coelho e Vítor Caldas (imagem), com edição de imagem de Ricardo Tenreiro, grafismo de Carlos Carneiro, com a participação de Rui do Ó, Jorge Pelicano e Pedro Carpinteiro, produção de Isabel Mendonça, coordenação de Daniel Cruzeiro. Para ver na SIC, domingo, 4 de Março às 21h. Para ler no Expresso, com fotografias de Ana Baião, este sábado, na Única.