Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Equipa especial está formada

A procuradora Helena Fazenda já conseguiu formar a equipa que vai investigar os crimes da noite no Porto. Só há um elemento da PJ portuense. O mau estar é indisfarçável.

Rui Gustavo e Valentina Marcelino

O inspector-chefe Manuel Rodrigues, negociador célebre da Polícia Judiciária, é o nome mais conhecido da equipa especial que vai investigar os crimes da noite do Porto. Paulo Gomes, inspector que entrou recentemente para a polícia, é o único elemento da PJ do Porto. Nunca investigou um crime de homicídio e estava a especializar-se em incêndios.

A procuradora Helena Fazenda, que vai coordenar a investigação, conta ainda com Pedro Camarinha, do combate ao Banditismo; um elemento especialista em análise de informação, um segurança e uma escriturária. Todos de Lisboa. No Porto vão trabalhar agentes da PSP à civil com experiência no terreno", explica uma fonte.

Um inspector superior da ASAE e dois procuradores do DCIAP - Vítor Magalhães e João Melo - vão apoiar o trabalho da equipa. O facto de só haver um inspector da PJ do Porto demonstra - como se fosse necessário - que as relações entre a PJ e o Ministério Público estão longe de serem as melhores.