Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Ensaio sobre a hipocrisia

George Cloonney é o protagonista deste novo filme de Steven Soderbergh. Ele é o repórter militar enviado a um país devastado pela guerra, dominado pela hipocrisia e falsidade.

Berlim, 1945. Jake Geismer (George Cloonney) é um repórter militar enviado para uma Alemanha acabada de sair da guerra. Está em curso a conferência de Potsdam e a divisão do país pelos aliados. O repórter militar esteve na Alemanha alguns anos antes, mas a guerra fez com que isso pareça ter acontecido numa outra vida e este seja um país praticamente irreconhecível. Às marcas da destruição, soma-se o ambiente de hipocrisia e falsidade, onde todos procuram sobreviver, ocultando as atrocidades que cometeram num passado recente.

O seu motorista é encontrado morto na zona russa da cidade, com um tiro nas costas e 100 mil marcos no bolso. À medida que Jack começa a investigar o crime dá-se conta que tanto as autoridades americanas como as russas não estão nada interessadas em que a verdade seja apurada. O caso leva-o a reencontrar Lena (Cate Blanchett), uma antiga namorada alemã, mas também ela se apresenta completamente mudada e muito pouco do que diz parece ser verdade.

“Toda a gente nesta história – quer se represente a si próprio, instituições ou governos – não está a falar directamente sobre o que quer e espera atingir os seus objectivos sem ter de contar toda a verdade”, diz o realizador Steven Soderbergh, é um filme sobre “a hipocrisia. É a natureza humana e a inevitável decadência de qualquer ambiente de pós-guerra”.

Baseado na novela de Joseph Kanon, este filme a preto e branco de Steven Soderbergh é um thriller de mistério e romance.