Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Dirigentes angolanos suspeitos de crimes económicos

O Ministério Público está a investigar o vice-presidente, um ministro e um militar angolano por suspeitas de fraude fiscal e branqueamento de capitais.

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) abriu um inquérito contra três altos dirigentes angolanos pelos alegados crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais.

A investigação envolve Manuel Vicente, vice-presidente de Angola e ex-número um da petrolífera Sonangol, o general Hélder Vieira Dias, também conhecido por "Kopelipa", ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança de José Eduardo dos Santos, e Leopoldino Nascimento, consultor do ministro de Estado. 

Leia mais na edição desta semana do Expresso:

Escolha uma das opções para ler o artigo inteiro